Com o objetivo de realizar uma reflexão sobre os avanços e retrocessos do Direito Animal no Brasil, o Curso de Direito do UNICURITIBA promoveu, em 4 de outubro, Dia Mundial dos Animais, o I Simpósio de Direito Animal. O evento, organizado pela Profª Lucimar de Paula Tochetto, contou com palestras de professores da casa e convidados.

A organizadora da atividade iniciou os debates abordando o tema “Implicações do Projeto de Lei 27/2018 que estabelece a natureza jurídica dos animais não humanos”. Depois, o Prof. Claudio de Fraga falou sobre “Os animais como meio de inclusão e acessibilidade: cão guia, o tratamento assistido com animais” e trouxe dois convidados especiais: Roberto Leite, fisioterapeuta e deficiente visual, e seu cão-guia Dexter.

O segundo painel contou com Danielle Tetü Rodrigues, advogada socioambientalista e consultora jurídica, que discorreu acerca do panorama da evolução do Direito Animal; Thalita Carolina Figueiredo de Souza, advogada com atuação na proteção animal, que abordou as “Manifestações Culturais e o Direito dos Animais no Brasil”; e Matheus Araujo Laiola, delegado de Proteção Ambiental do Paraná, que tratou do papel da polícia na fiscalização de maus-tratos.