O Prof. Luiz Gustavo de Andrade, docente do Curso de Direito do UNICURITIBA e membro do Instituto Mais Cidadania, foi selecionado para fazer uso da palavra durante a audiência pública que colheu sugestões e propostas para o melhor cumprimento da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento do Inquérito 4435.

O referido Inquérito reconhece a competência da Justiça Eleitoral para processar e julgar crimes comuns que apresentem conexão com delitos eleitorais.

“Dentre os 15 selecionados, fui escolhido para fazer uso da palavra pelo Instituto Mais Cidadania para fazer uma aproximação entre prática eleitoral e capacitação dos servidores”, explica Andrade.

A seleção dos habilitados foi de responsabilidade do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e a audiência aconteceu hoje, 3 de maio, no Auditório I do Tribunal, em Brasília.