Por Frederico Glitz*

Um curso de graduação não é apenas uma oportunidade para se habilitar para o exercício de uma profissão. É, também, o momento em que vocações são descobertas, decisões são tomadas e personalidades são amadurecidas.  

Não é incomum que também seja a ocasião em que as algumas dúvidas surjam. Caminhos não são facilmente escolhidos, afinal, para o futuro, não há mapas. A dúvida tem, então, este importante duplo aspecto: se, de um lado, oportuniza as escolhas, de outro, pode limitá-las. A famosa aviadora Amelia Earhart dizia, então, que “A coisa mais difícil é a decisão de agir, o resto é apenas tenacidade”.

Agir, contudo, não é impulso. Como decisão, a escolha do percurso a ser seguido depende da avaliação dos obstáculos que podem surgir na estrada. Se mapas não existem, a experiência ajuda. É por isso, por exemplo, que os estágios são importantes oportunidades de avaliação da vocação, de contato com profissionais e de criação de network. Já para aqueles que escolhem a docência, os grupos de pesquisa, o contato com os professores e as monitorias fazem este papel.

Pensando em qualificar esta experiência, nós, da Pós-Graduação do UNICURITIBA, criamos o Programa de Mentoria Acadêmica, voltado à construção de seu projeto de vida na Academia. A ideia é que nossos professores possam auxiliá-lo a estabelecer os objetivos e a projetar a pavimentação da sua rota. É uma forma de passarmos um pouco de nossa experiência.

Assim, se você tem o projeto de uma carreira acadêmica, venha conversar conosco. Para isso, pedimos apenas que agende um horário com a Secretaria da Pós-Graduação, dentro da disponibilidade dos nossos voluntários, com antecedência mínima de 48 horas.

Será um prazer ajudá-lo a projetar seu futuro.

*Coordenador Geral da Pós-Graduação Lato Sensu do UNICURITIBA.

Saiba mais sobre o Programa de Mentoria Acadêmica clicando aqui. Para mais informações, entre em contato pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..